Home Nordeste Acontece Comédia ‘Sexo Etc e Tal’ sucesso de público em Aracaju

Comédia ‘Sexo Etc e Tal’ sucesso de público em Aracaju

146
1

Com uma grande dose de humor e diversão  André Rangel e Fabi Aquino em “Sexo, Etc e Tal” fizeram com que o publico sergipano dessem varias gargalhadas e aplaudissem de pé. A peça que trata de um tema que até pouco tempo atrás ainda era tabu: O SEXO. Na seqüência dos diálogos e esquetes, surgem várias situações hilariantes do comportamento humano e suas escolhas como: Sexo e traição, Sexo e necessidade, Sexo e amor, Sexo e fetiche, Sexo virtual, Sexo, etc. e tal… Com duas horas de duração, a peça trata de todos os temas com total despudor, mas, também coloca em discussão a importância do respeito e do entendimento entre os pares e do uso da camisinha.  Abrangente, mescla com inteligência, arte e bom humor, a sexualidade e o dia-a-dia do brasileiro de forma franca e descontraída.

André Rangel foi descoberto pelo diretor Maurício Sherman e convidado para trabalhar na Rede Globo. Já atuou no teatro com trabalhos nos espetáculos “Por Falta de Roupa Nova, Passei o Ferro na Veia”, “A Infidelidade é Coisa Nossa!!!”, de Gugu Olimecha, “Baião de Dois”.

Na televisão atuou durante dois anos no humorístico “Zorra Total”, da Rede Globo, com destaque em dois quadros fixos: “Dendeca”, que fazia dupla com o divertido “Pity Bicha”, de Tom Cavalcante, e “Jonnhy Skate”. Trabalhou também ao lado de Lúcio Mauro e Lúcio Mauro Filho. Participou da novela “Beleza Pura”, da Rede Globo. Contracenou com Tony Ramos na novela “Caminho das Índias”, também da Rede Globo.

SEXO, ETC & TAL é um sucesso nacional que está a 10 anos em cartaz, assistidos comprovadamente por um pouquinho mais de 10 milhões de pessoas em quase todo Brasil. Divide o palco com a atriz Fabi Aquino que era do elenco de São Paulo.

MPA – Como você iniciou a carreira de ator e por quê?

André Rangel – Como toda criança, a gente sempre tem aquele sonho de ser alguma coisa, e eu sempre quis ser ator. Comecei a fazer teatro na escola, só que na escola a gente não pode falar certas coisas, ainda mais naquela época, não sou tão velho assim, mas com 47 anos já tenho uma estrada passada (risos). E aí a gente guardava porque não podia falar que eu realmente queria ser ator, era difícil, meu avô general, meu pai coronel do exército.  Não poderia dizer que eu queria ser artista! Era meio complicado, mas aquilo ficou na minha cabeça, na minha mente e quando eu pude assumir o que eu queria ser e a família não podia mais interferir eu assumi para todos que seria ator e que já corria na minha veia o amor pela arte.

MPA – O espetáculo SEXO, ETC. & TAL é sucesso de bilheteria. No que você credita este sucesso?

André RangelAo Sexo (risos).  Porque sexo é uma coisa que todo mundo faz, todo mundo gosta, todo mundo quer e é uma coisa que mexe muito, move e movimenta o nosso dia-a-dia, assim como não posso ficar sem comer, sem beber e sem se vestir, ninguém pode ficar sem fazer sexo! Nem que faça sozinho! Eu credito isso ao tema e a coisa despojada que eu fiz com que o espetáculo se tornasse.

MPA – Você acredita que esta peça possa ser comparada com “Trair e coçar é só começar” de Marcos Caruso?

André RangelNossa que responsabilidade!! Eu acho que sim, não por esta comparação com Trair e Coçar é só Começar, eu digo pela responsabilidade que o elenco leva, não falo pelos grandes nomes porque eu sempre falo que ter grandes nomes em um elenco, ter nomes famosos ou globais, não tem nada a ver com a qualidade de um trabalho, mas eu acho que essa mesma responsabilidade é fazer com que o povo entenda que essa linguagem é universal, popular, e que eles aprovam, então, eu acho que fazendo esta comparação de Trair e Coçar é Só Começar com SEXO, ETC & TAL, eu acho que estamos caminhando na mesma trilha, eles já tem 25 anos em cartaz e nós estamos a 10 anos, mas eu acho que se eu  quiser eu me aposento fazendo SEXO, ETC & TAL, então eu estou no mesmo, ou melhor estamos graças a Deus no mesmo caminho desse grande sucesso de tantos anos em cartaz.

MPA – Você tem ídolos? Quem?

André Rangel – Tenho ídolos, Fafi Siqueira, Bem Vindo Siqueira, e outros grandes que são: Nair Belo, Rogério Cardoso, Carvalhinho, Jorge Dória, são os grandes mestres do humor de quando fiz parte da Zorra Total eu pude trabalhar e conhecer a generosidade, e como se comporta o caminho de um ídolo.

MPA – Fama é consequência de um bom trabalho. Você é conhecido… Você lida bem com ela?

André Rangel – Ah! foi bom vc ter dito! Famoso é uma coisa, Conhecido é outra, Celebridade é outra e Personalidade é outra, eu sou um ator conhecido e muito respeitado, e isso me dá muito orgulho por eu ser um homem de teatro, respeitado pelo meu trabalho e conhecido pela credibilidade que meu trabalho me fez ter com o publico.

MPA – O que você achou do povo sergipano?

André Rangel – Ah! Eu amo Sergipe, essa pequena notável, eu amo Aracaju eu acho o nordeste uma grande porta, uma infinidade de centenas de oportunidades. E o nordeste há tantos anos me abraça tão bem que eu acabei me sentindo em casa, e Aracaju como sempre nunca me deixou sozinho, nunca me fez decepcionar, na quantidade do público, na qualidade dos aplausos e nos sorrisos que me retribui.

MPA – No nordeste você está dividindo cenas com Fabi Aquino, conte-nos um pouco desta experiência.

André Rangel – Eu escolhi a atriz Fabi Aquino que também era do elenco de São Paulo para dividir comigo a cena, dividir comigo essa responsabilidade que é fazer SEXO, ETC & TAL.E, acaba não sendo um espetáculo comum, ele tem a responsabilidade de desmistificar que o sexo é só para procriação que, sobretudo ele é para satisfação pessoal e a procriação vem por consequência na maioria das vezes ele vem para tentar tirar o tabu, o que é muito difícil de uma hora para outra, mas a gente vai contribuindo aos pouquinhos e fazendo com que esse assunto não seja tão misterioso, tão obscuro, que a gente posso conversar  sobre sexo como se a estivéssemos na sala de casa, na hora do almoço, na hora do jantar de uma forma  descontraída, e por isso a necessidade de uma atriz fazendo a peça comigo, porque tira um pouco mais da grosseria, porque homem falando de sexo é uma coisa muito pesada porque cospe no chão, coça o saco e fica uma coisa muito pesada. A Fabi Aquino entrou para poder dar essa relevância e essa mão feminina na história.

MPA – Você tem projetos para adiante?

André Rangel – Tenho, mas, eu não gosto de fazer muitos projetos né, eu vou um de cada vez. Mas eu tenho a SEXO, eu tenho o meu espetáculo que já existe que é GARGALHA É DOM, que eu quero que trilhe o mesmo caminho da SEXO. Então, o meu atual projeto é esse, é continuar apostando na SEXO, ETC & TAL a dois com a Fabi Aquino, percorrendo novamente o Brasil e outras localidades, e fazer com que GARAGALHADAS É DOM, siga o mesmo caminho que SEXO, ETC & TAL.

MPA – Defina André Rangel para André Rangel…

André Rangel – André Rangel é um homem de teatro, que é apaixonado pelo teatro, é onde corre na veia a arte, eu amo a minha profissão, digo que meu amor pela minha profissão e pelo que eu faço é infinitamente maior do que qualquer miséria que possa me separar dela, ou falta de pouco público, de pouco dinheiro, pelos problemas que a gente tem no meio do caminho, nada disso supera  o amor que eu tenho pela minha carreira, e só me faz creditar que eu possa virar o jogo, e que, amanhã vai ser melhor. Porque hoje o meu orgulho é saber que a minha companhia faz coisas que quase nenhuma outra companhia de grande porte faz, que é sair do seu estado natural e ficar três, quatro, cinco meses ou até mesmo uma ano fora percorrendo todo o pais sem voltar pra casa, sem patrocínio e sem apoio.

Fiquei curiosa para saber um pouco mais sobre Fabi Aquino, e não poderia sair do teatro sem entrevista-la também.

MPA – Como é trabalhar com André Rangel?

Fabi Aquino – Eu digo sempre que trabalhar com André Rangel é um aprendizado, em cada cena que eu faço a cada dia, pelo que aprendi com a escola André Rangel, é muito gostoso esta convivência e a gente se diverte muito, observa cenas que as pessoas se enquadram perfeitamente naquilo que estamos falando, ele interage muito com a gente e dá essa liberdade para cada vez interagirem mais, eu acho que isso é devido a essa intimidade que a gente tem no palco, daí passa para as pessoas então é sempre muito bom.

MPA – Perspectivas para o futuro junto com a equipe…

Fabi Aquino – Torno afirmar que trabalhar com André Rangel é muito bom. É a minha primeira temporada no nordeste, minha primeira viagem longa, gostei muito desta experiência e estou aproveitando o máximo cada lugar, conhecendo cada pessoa e cultura diferente. A gente tem outras viagens marcadas e outros lugares que querem a peça em cartaz. Queremos a peça em todo o Brasil, e quem sabe, até para fora do Brasil. (risos)

A atriz Fabi Aquino encerrou a sua participação na entrevista deixando uma mensagem para o grande colega de trabalho, André Rangel, dizendo que: “Sempre vou agradecer por ele ser esse profissional capacitado, essa pessoa maravilhosa, agradecer ao que eu me tornei por causa dele, ao que ele me ensinou, as dicas que ele me dá, por ter sempre a companhia dele, sou grata por tudo e tenho uma grande admiração por ele e pelo trabalho dele. Virei fã do André Rangel!”.

Revisão: Miriam Petrone/SP

AnteriorSUCESSO É O SINÔNIMO DA INAUGURAÇÃO DA VANITAS LINGERIE
PróximoMÁRCIA ARRUDA – comemora novo jornal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here