Home Colunistas Esquerda ou… esquerda…?

Esquerda ou… esquerda…?

243
6

Por Jeferson Moreira de Carvalho                  Desde pequeno a gente aprende que a mão de trânsito dos carros, ônibus, caminhões, motos e até bicicletas é a direita da via pública, ou seja, os veículos devem trafegar pelo lado direito, seja via urbana, rural ou autoestrada.

           Quando ingressamos na autoescola estudamos este conhecimento e nos é ensinado que o lado esquerdo da via pública só deve ser utilizado quando for permitida a ultrapassagem com segurança.

           Os veículos que são conduzidos em baixa velocidade sempre devem trafegar pelo lado direito da pista, a fim de possibilitar que os que queiram realizem a ultrapassagem sem problemas.

          Aprendemos, também, que na Inglaterra e alguns outros países a mão de trânsito é pela direita, ao contrário da nossa, o que faz com que os veículos sejam construídos com a direção do lado direito. Não deve ser fácil dirigir carro mecânico, pois mudar de marcha com a mão esquerda exige muita habilidade.

         Mas por que estou escrevendo sobre isto, afirmando algo que todos já sabem?

         É por que muitos, mas muitos motoristas resolveram mudar a mão de trânsito e dirigirem seus veículos pela esquerda, seja da via pública, seja de alguma estrada, e de lá não saem de jeito nenhum.

         Percebam que hoje é comum a gente estar dirigindo e nos depararmos com um carro à nossa frente do lado esquerdo da pista, e o motorista ali continua como se tudo estivesse normal. Não aumenta a velocidade, e nem retorna para a direita. Enfim, dirige como se não existissem outros carros na via pública. A rua é dele, de mais ninguém.

         Alguns motoristas ficam nervosos e acionam a buzina, outros ligam a seta do lado esquerdo, para mostrar que querem ultrapassar, mas de nada adianta. Aquele que elegeu o lado esquerdo como seu, continua exercendo sua realeza.

         Outro pensamento me vem a mente.

         Acionar a seta do lado esquerdo e se posicionar atrás de um veículo significa que se está pedindo permissão para ultrapassar? Ou, sai da frente que eu quero passar, seu lerdo? Salvo engano de minha parte, no Código Brasileiro de Trânsito não consta este sinal com este significado. Seria mais uma invenção nossa?

         Dirigir hoje não está fácil não! Não basta observarmos todas as regras de trânsito, temos que olhar como os outros estão dirigindo e muitas vezes desviar para que nosso veículo não seja atingido.

         Tem alguns casos interessantes, entre muitos que todos já vivenciaram.

         Havia ou ainda há, em uma cidade da grande São Paulo um senhor que dirigindo um TL azul (antigo carro da VW da década de 70), simplesmente conduzia para frente. Não olhava para os lados e nem para trás, e quem quisesse que se cuidasse. Chegava a ser engraçado vê-lo dirigir, mas era um perigo a todos.

         Outro caso, que é muito comum, é daquelas pessoas que, mesmo não sendo tão pequenas, colocam o banco do carro tão para frente que demonstram que estão dirigindo em pé. O que parece é que querem enxergar o chão na frente do carro.

         Soube de pequeno acidente interessante.

         Um fusca era conduzido por um senhor que acionou a seta da direita, por isso a menina que conduzia uma moto logo atrás iniciou a ultrapassagem pela esquerda, quando para surpresa sua, o motorista fez conversão para a esquerda, colidindo com a moto, que foi parar embaixo do carro. O senhor rapidamente justificou e disse, eu dei a seta, quando a menina respondeu, mas para o lado direito. Ele não pensou muito e retrucou, é porque a do lado esquerdo não funciona. Essa é muito boa.

          Pense e lembre. Certamente conhecemos alguém que dirige com o rosto quase colado no parabrisas, e lembre também de várias situações engraçadas que já experimentamos ou simplesmente presenciamos.

         Quem está no trânsito diariamente vivencia muitas situações agradáveis e desagradáveis, por isso, comece a prestar bem atenção nos carros, nos motoristas, nas frases escritas nos vidros ou parachoques, e ao invés de deixar o stress  chegar, tente se divertir, é possível.

        Por falar em frases,  recentemente vi uma placa afixada no muro de uma residência e de imediato não entendi,  por que assim estava escrito: Eviti levá multa pinte os número de sua placa

         Ora, o serviço de pintura tem que ser muito melhor do que a frase, porque do contrário o proprietário do veículo continua correndo sério risco de ser multado, mas …, o que importa é que o pintor está tirando uns trocados e tentando ajudar alguns a não serem multados. É isso aí!

         Para terminar, se você for um daqueles que colocam o carro no lado esquerdo da pista e de lá não dá passagem para quem está atrás, me perdoe, mas …, não se esqueça de dirigir pelo lado correto, é mais fácil e mais seguro.

         Bom trânsito a todos.

AnteriorDE TEEN PRA TEEN
PróximoENTRE PERPLEXIDADES SURGE UM NOVO TEMPO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here