Home Nordeste Acontece CONCORDO EM NÚMERO, GÊNERO E GRAU…

CONCORDO EM NÚMERO, GÊNERO E GRAU…

123
0

Eu li esta notícia já faz algum tempo e quis que meus leitores também compartilhassem deste momento que antecede mais uma decisão do governo Dilma Rousseff, num dos estados que mais admiro.

Uma nova oportunidade surge no País para contemplar, mais uma vez, a inteligência sergipana. Somando muitos votos na composição da lista tríplice, concorre à vaga de Ministro do STJ o professor doutor CARLOS ALBERTO MENEZES, grande nome da advocacia e do magistério em Sergipe, com experiência política (foi candidato a Deputado Federal e a Senador, com expressivas votações, e foi Vice-prefeito de Aracaju) o que aureola o seu perfil para a cadeira vazia do STJ. Trata-se de um candidato a Ministro, que possui todas as qualidades, intelectuais, jurídicas, éticas, como se mostrou ao colegiado, como candidato.

A primeira lista, relativa à aposentadoria do ministro Antônio de Pádua Ribeiro, foi definida: Antônio Carlos Ferreira, Carlos Alberto Menezes e Ovídio Martins de Araújo.

Os advogados escolhidos para comporem a segunda lista, relativa à aposentadoria do ministro Humberto Gomes de Barros, foram: Rodrigo Lins e Silva Candido de Oliveira, Alde da Costa Santos Júnior e Sebastião Alves dos Reis Júnior.

Os advogados escolhidos para comporem a terceira lista, relativa à aposentadoria do ministro Nilson Naves, foram: Ricardo Villas Bôas Cueva, Reynaldo Andrade da Silveira e Mário Roberto Pereira de Araújo.

O Governador Marcelo Deda deverá ser o primeiro a comandar os sergipanos, como seu líder maior, nessa luta justa. Se há, ou se houve alguma divergência política ou de outra natureza entre os dois, o que é comum num Estado, logo se torna menor, sem importância, quando cresce, vigorosamente, a chance de uma posição que honrará tanto o futuro ocupante da vaga, como o Estado que ele, de algum modo, representa. Sensível, atento, responsável como líder, o governador Marcelo Deda tem a oportunidade de evocar o movimento que ganha capilaridade nos segmentos esclarecidos da sociedade sergipana, para guiá-lo na marcha intelectual até Brasília. De igual modo, pelas mesmas razões objetivas, CARLOS ALBERTO MENEZES deve procurar o Governador, apresentar-se com seus merecimentos, pedindo o apoio e o engajamento de sua excelência nessa que é uma grande, uma imensa luta, pela afirmação da tradição jurídica dos sergipanos, representada na pessoa do grande penalista conterrâneo.

Para tornar ainda mais forte o cordão dos sergipanos, o Governador certamente contará com os senadores, os deputados federais, lideranças político-partidárias, empresários, órgãos da mídia, entidades sociais e culturais, de modo a torná-lo porta-voz autorizado dessa mobilização por Sergipe. Ninguém negará ao Governador Marcelo Déda a carta branca que ele deve conduzir em seu caminho a Brasília, para levar à Presidenta da República a manifestação sergipana, por todos os sentidos, justificada. Em São Paulo e em Goiás, de onde procedem os dois outros candidatos à vaga do STJ, certamente haverá manifestação, natural e legítima, até mesmo pela qualidade dos dois concorrentes.

 Publicada pela Assessoria de Comunicação de apoio ao prof. Carlos Alberto Menezes.

AnteriorPARABÉNS PARA LUIZ MAGGIO
PróximoACSP – BUTANTÃ RECEBE SUBPREFEITO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here