Home Diversidade POMERODE: A CIDADE MAIS ALEMÃ DO BRASIL

POMERODE: A CIDADE MAIS ALEMÃ DO BRASIL

97
0

Localizada no Médio Vale do Rio Itajaí-Açú em Santa Catarina, Pomerode é uma pequena cidade com aproximadamente 28 mil habitantes.

Referência em organização e capricho seja pela limpeza das ruas ou pelos belos jardins que enfeitam as casas e florescem o dia a dia de quem por ela passa.

Tranquila e charmosa é reconhecida pela forte tradição alemã, belezas naturais e ótima qualidade de vida. Emancipada de Blumenau desde 1959, preserva os traços culturais herdados dos colonizadores vindos, na maioria, da Pomerânia, região do norte da Alemanha.

Além da dedicação ao trabalho e à fé religiosa, a herança da cultura germânica é retratada na arquitetura de casas e ruas de Pomerode. O maior acervo de construções em enxaimel do país se encontra na “Rota do Enxaimel”, um trajeto turístico que apresenta mais de cem casas tombadas pelo patrimônio histórico em nível municipal, estadual ou federal.

Para fascinar ainda mais turistas e moradores, a cidade exibe grupos folclóricos, bandinhas típicas, corais e vários Clubes de Caça e Tiro, que surpreendem a todos com festas típicas. Anualmente, no mês de janeiro, a Festa Pomerana alegra o povo pomerodense e milhares de turistas, prontos para festejar e conhecer um pouco mais sobre a cultura alemã.

A cidade é um ótimo destino de lazer para quem busca tranquilidade e contato com a natureza.

O Zoo Pomerode abriga mais de 1.300 animais de 220 espécies diferentes, sendo uma divertida opção durante o ano.

Os museus também são ótimos destinos culturais, onde se pode conhecer mais sobre a história e costume dos pomerodenses.

Pomerode se destaca por ser um dos maiores polos gastronômicos da região, conhecida como “Vale Europeu”.

Restaurantes convidam o visitante a apreciar o sabor de pratos típicos, como o marreco recheado, Kassler, Eisben, entre outras delícias da culinária alemã e mundial. As confeitarias são um capítulo à parte, oferecendo irresistíveis tipos de pães, cucas, bolachas, doces e tortas.

Tudo isso evidencia a forma com que o povo desta ‘vila europeia’ preserva as tradições e patrimônio local, zelando por um município que faz por merecer o título de “Cidade mais Alemã do Brasil”.

Rui Rogero Bosshard

AnteriorSão Paulo apresenta resultados dos investimentos em ecoturismo
PróximoSALÃO DO ESTUDANTE 2013: BEX INTERCÂMBIO OFERECE NOVOS PROGRAMAS E PROMOÇÕES